São Danilo

Para começo de conversa, é preciso deixar claro: o Inter jogou muito mal contra o Coritiba.

Teve atuação ruim no primeiro tempo, graças a opções altamente questionáveis de Celso Roth, como o inexplicável Ferrareis, e piorou ainda mais na segunda etapa, quando no desespero o treinador liquidou a vida inteligente do meio-campo para encher o time de atacantes.

Mas deu certo e os três pontos pingaram na conta corrente colorada.

Essa vitória tem um nome que, inegavelmente, cintila acima dos outros, com sobras. Danilo Fernandes. São Danilo. Se falta qualidade em praticamente todos os setores no time colorado, debaixo das traves o Inter tem um verdadeiro monstro. Um monstro de qualidade técnica, de profissionalismo, de postura, de caráter. É goleiro para fazer história no Beira-Rio, para permanecer muitos anos e tornar-se símbolo do clube. Assim espero que seja.

São Danilo fez uma defesa antológica em cabeceio de Iago, num gol praticamente certo, no contrapé. E, quando tudo parecia encaminhar-se para uma melancólica derrota, defendeu magistralmente o pênalti originado de erro ridículo do lamentável árbitro Luiz César de Oliveira Magalhães, uma cruza de Tadeu Schmidt com Humberto Martins, que não viu jogada de basquete do jogador coxa branca no início da jogada.

Depois disso, o time colorado ganhou vida nova, recebeu na veia uma injeção cavalar de entusiasmo, e na base do abafa conquistou a vitória em penalidade cobrada com perfeição por Vitinho. O resultado é fundamental para que o Internacional mantenha esperanças acesas na sequência deste traumático Brasileirão.

A missão ainda é dura, e o Inter terá de jogar mais do que jogou hoje para ficar na primeira divisão nacional. Mas valeu pela determinação dos jogadores em campo e pelo espetáculo maravilhoso- mais um- da torcida fora dele.

Agora, é importante projetar uma boa sequência, começando pela partida fora de casa contra o Botafogo, que é perfeitamente ganhável.

A luta continua.

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *