À Sombra dos EucaliptosArquivo

A quem interessa torrar Guto Ferreira?

Guto Ferreira foi uma contratação acertada do Inter. É bom treinador, tem ideias atualizadas de futebol, e já vinha merecendo uma oportunidade em time grande. O começo do seu trabalho mistura resultados razoáveis, notável evolução de rendimento em relação ao treinador anterior, …

Ou Zago cai, ou o Inter não sobe

Não há qualquer hipótese para um futuro minimamente auspicioso do Inter que não passe pela demissão de Antônio Carlos Zago. A saída do treinador é urgente, e até tardia. Ele passou o Gauchão inteiro claudicando, sofrendo contra risíveis times do interior, sempre …

Pela memória de Librelato

Há quase quinze anos, o Inter fazia uma partida absolutamente emblemática, em Belém, contra o Paysandu. O time colorado, na última rodada do Campeonato Brasileiro, à beira do rebaixamento, arrancou uma vitória no Mangueirão e, com aqueles três pontos, manteve-se na Série …

Parabéns, Novo Hamburgo

Não há o que reparar no título do Novo Hamburgo. Contra a dupla Gre-Nal, passou sem perder uma mísera partida. Contra o Inter, teve superioridade em todas, menos no segundo tempo da última- ainda assim sem passar maiores sustos na última. Fez …

O pesadelo

A final do Gauchão pegava fogo. Eu roía as unhas em frente à televisão. O adversário pressionava. O Inter parecia nulo em campo, oferecendo espaços e permitindo oportunidades de gol em profusão para o time azul. Danilo Fernandes sentia a lesão, e …

O Novo Hamburgo é muito favorito

Temos de ser realistas. O favoritismo da finalíssima do Gauchão é do Novo Hamburgo. A responsabilidade do título é do time do Vale dos Sinos. São vários os elementos que indicam isso. É do Noia a melhor campanha da primeira fase. Foi …

O regulamento vale ou não vale?

Francisco Noveletto foi irredutível ao impedir o Inter de inscrever outro goleiro para as finais do Gauchão. Agora, com a lesão de Keiller, vivemos uma situação absurda: o clube terá que jogar ou com um goleiro lesionado, ou com um jogador de …

Era pra ser tão difícil?

Nã0, não era. Não era se não tivéssemos um treinador tão covarde na casamata. Não há explicação lógica para três volantes (sendo o terceiro Anselmo) contra o Novo Hamburgo em casa. É de fazer Celso Roth ruborizar. Se o Inter jogasse bola, …

Classificação para a história

A classificação colorada no Itaquerão foi histórica. Não só a rivalidade pesa, mas também, e principalmente talvez, o momento que o Inter vive. Houve luta, houve futebol de qualidade, houve, acima de tudo, grandeza. Lomba foi brilhante no confronto, Nico López mostrou …

Sobre o “craque” Neto

Neto nunca foi comentarista de porcaria nenhuma. Ele espanca a língua portuguesa e suas opiniões a respeito de futebol têm a complexidade dos comentários de uma criança de 6 anos sobre teorias da democracia. Hoje, essa mente brilhante, cuja profissão se baseia …